AFF no Largo

18 Jul / 22h – Cine BI. Parceria Arquiteturas Film Festival

Citizen Jane – Battle for the City

92min
Mat Tyrnauer, Estados Unidos
da América (USA), 2016

New York, New York. Durante o século XX, a cidade tornou-se um símbolo de ‘homem vs. selva urbana’, onde tudo é possível. Mas a Grande Depressão (1929-1939), teve um impacto enorme na cidade gerando o aparecimento de inúmeros bairros de lata. Isto representava um problema de saúde pública e era também um obstáculo ao crescimento económico. Num esforço para criar melhor condições de vida, foi posto em prática um processo de reabilitação. O homem escolhido para o por em prática foi Robert Moses (1888-1981), um funcionário público, cujo principal objectivo era tornar a cidade mais limpa, deitando tudo abaixo e reconstruindo do zero, de forma a conferir à cidade um aspecto homogéneo e limpo. Qual era o problema em deitar tudo abaixo?
Um dos problemas é que isso representava uma oportunidade que favorecia os urbanistas estabelecidos, os proprietários e os construtores, que nem sempre tinham as melhores intenções, a não ser fazer dinheiro. Este, e outros problemas, foram articulados por Jane Jacobs (1916-2006), autora de um dos mais conhecidos livros sobre ativismo, The Death and Life of Great American Cities (1961), onde afirma que o espaço público é essencial para a cidade manter a capacidade de se renovar. Nos anos 30 começa a escrever sobre arquitetura para a Vogue. Nos anos 50 começa a trabalhar como jornalista para a Architectural Forum.

Este documentário, através do trabalho de ativismo de Jacobs, aborda o problema-arquétipo que muitas cidades enfrentam ainda hoje. Deve a dinâmica de uma cidade ser moldada de cima para baixo, por instituições ou de baixo para cima, pelos seus cidadãos? O assunto aqui em causa, tornou a ser relevante, recentemente, na sequência da Crise Financeira de 2008: a luta pela cidade. Ou, usando as palavras de Jacobs: ‘o tipo de problema que uma cidade é’.